simplicidade acolhedora - santuário de Nossa Senhora de La Salette

Localizado no sul da França, na região dos Alpes, o santuário de Nossa Senhora de La Salette conta a história da aparição da Virgem Maria na montanha de La Salette, departamento de Isère.


Estátua de Nossa Senhora de La Salette com Maximin Giraud e Mélanie Calvat

a aparição


No dia 19 de setembro de 1846, Nossa Senhora apareceu a duas crianças: Maximin Giraud, com 11 anos de idade, e Mélanie Calvat, com 15 anos, as duas simples e humildes.


Estátua da Virgem Maria que chora ao lado da basílica

Por volta das três da tarde, enquanto esperavam a hora de voltarem para casa, as crianças viram, de repente, uma forte luz e uma bela senhora chorando sentada numa pedra cobrindo o rosto com as mãos. Era de estatura alta e estava vestida como as senhoras da região. Vestido longo, um grande avental, lenço cruzado e amarrado às costas e touca de camponesa. Tinha rosas que coroavam a cabeça, ornavam seu lenço e enfeitavam seu calçado. Sobre o peito, uma corrente grande prendia o crucifixo iluminado, com um martelo de um lado, e de outro uma torquês (alicate).


A “Belle Dame" se voltou aos pequeninos em pranto e disse: “Vinde, meus filhos, não tenhais medo, aqui estou para vos contar uma grande novidade!”. E continuou: “Se Meu povo não quer submeter-se, sou forçada a deixar cair o braço de Meu Filho. É tão forte e tão pesado que não o posso mais suster. Há quanto tempo sofro por vós!”


Virgem de La Salette

O centro da mensagem é o chamado à conversão e à reconciliação, principalmente naquele momento marcado por tanta indiferença em relação à Deus. Por isso, em seu crucifixo tem o martelo de um lado que representa os pecados da humanidade que pregam Jesus na cruz, enquanto do outro, o alicate simboliza a oração e a conversão que retiram esses pregos. Nossa Senhora pediu em lágrimas que o povo colocasse Deus em primeiro lugar e que construíssem ali uma igreja em sua homenagem.





o santuário


A construção da Basílica de Nossa Senhora de La Salette foi iniciada em 1852 e concluída em 1865. O santuário foi magnificamente construído no alto de uma montanha com uma vista majestosa do vale abaixo. Está a 1.800 metros de altitude e recebe muitos visitantes atualmente.

Basílica de Nossa Senhora de La Salette

Ao caminhar pelos arredores da basílica, peregrinos e turistas encontram um curto trajeto que leva até o local da aparição da Virgem Maria. No vale, três estátuas de bronze representam as 3 fases da aparição – o pranto, as mensagens e a partida – descritas pelas crianças em riqueza de detalhes. A basílica também inclui um pequeno museu que documenta a história de La Salette.


Um verdadeiro santuário da natureza no topo dos alpes franceses, coroado com o milagre de Nossa Senhora, inclusive por sua localização com vista privilegiada e o clima e o silêncio perfeitos para orações, pedidos e agradecimentos. O local é excelente para peregrinações, para meditar e rezar. Conta também com um centro de acolhida com hospedagem, restaurante, lanchonete, estacionamento, lojinha, capela com paredes de vidro e um panorama maravilhoso. Ideal para quem busca um tempo para se afastar da correria da vida e encontrar-se com Deus e consigo mesmo.



a região


La Salette-Fallavaux está localizada às margens do parque nacional Ecrins. Grandes prados alpinos florescem na primavera para oferecer caminhadas com vistas excepcionais.


A capital da região é Grenoble e a cidade onde aconteceram os fatos mais ligados à aparição é Corps.

Área urbana de Grenoble

De Paris para Grenoble tem muitos trens, porque é uma região muito frequentada pelo turismo. De lá partem ônibus para Corps a cada hora aproximadamente e é preciso pegar uma estrada histórica: a Rota de Napoleão. De carro é tudo autoestrada.


Corps é uma cidade pequena onde nasceram Maximin e Mélanie. Ali se encontram suas casas abertas à visitação. A partir de Corps se sobe até o santuário que fica no alto da montanha, no local do milagre, fazendo o mesmo caminho que os pastores faziam na época.


A aldeia hospeda muitos agricultores que oferecem produtos locais. Assim você pode descobrir, por exemplo, os diversos sabores de queijos e o incrível trabalho de produção deles, desde a ordenha das cabras.


Festivais religiosos são a ocasião de grandes eventos no santuário. Lá, conferências, concertos e caminhadas são organizados, especialmente da primavera ao outono.


Toda a região é muito gostosa e tem atividades de lazer, passeios, trekking nas montanhas, restaurantes, pousadas, parques de campismo e hotéis. Vale muito a pena conhecer e passar uns dias com a família ou com o seu grupo.




Gostou de saber mais sobre a aparição de Nossa Senhora de La Salette? Ficou com vontade de conhecer a região? Confira nosso roteiro que inclui essa e outras visitas a santuários franceses. Valorizamos os gostos e a experiência de cada um. Entre em contato com a gente!