quero viajar com meu pet, o que fazer?

Qualquer pessoa que tenha pets em casa sempre se preocupa em como levar ele junto na viagem seja de carro, ônibus ou avião. Por isso, separamos algumas dicas importantes para que seu pet viaje com conforto e segurança, assim como você.


Saúde


A primeira coisa a fazer é se preparar e preparar seu bichinho com antecedência.


Então, antes de tudo, leve seu pet ao veterinário. É importante saber como está a saúde do seu companheiro antes de qualquer viagem. Verifique se todas as vacinas estão em dia, pegue o atestado médico assinado pelo veterinário e veja sobre a necessidade de remédios calmantes, que evitem náusea ou sedativos.


Hospedagem


Antes de fazer as malas, é importante garantir hospedagens que aceitem pets e ofereçam condições adequadas para eles. Encontre hotéis em que seu amigo tenha liberdade para circular pelos ambientes.


Transporte


O transporte também deve ser feito da maneira mais segura possível, por isso compre a caixa ou bolsa de transporte com antecedência e já comece a usar ela no dia a dia do animal antes da viagem. Assim ele já vai se acostumando e não vai sentir uma mudança tão drástica.


É legal também fazer uma lista de coisas que deixam seu companheiro mais confortável como:

-Coleira e guia (muito importante para a identificação do animalzinho);

-Bebedouro e comedouro (é possível adquirir acessórios especiais para viagem);

-Tapete para cães e caixa higiênica para gatos;

-Sacos higiênicos;

-Petiscos;

-Brinquedos.


As condições do ambiente também são importantes e interferem na saúde e no comportamento do animal. Então, tenha cuidado com temperaturas muito quentes dentro do carro, ônibus muito barulhentos e aeroportos muito cheios. Pense nas coisas que podem deixar seu pet ansioso e estressado.


Se for viajar de carro, a alimentação deve ser feita algumas horas antes para evitar enjoos. E faça algumas paradas durante a viagem para seu pet tomar um ar, se hidratar e se movimentar um pouco.


Regras


Se for viajar de ônibus ou avião, verifique as especificidades de cada empresa e quais as regras para o transporte do seu melhor amigo como:

-Documentação necessária;

-Peso e raça permitidos pela companhia;

-Modelo da caixa de transporte;

-Microchip;

-Regras de pet friendly no país/estado de destino (inclusive a necessidade de passar pelo período de quarentena antes de entrar no país).


Normalmente as documentações necessárias são o atestado veterinário; o CZI (Certificado Zoossanitário Internacional) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, expedidos pela Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); e o Certificado de Aclimatação, que atesta que o animal pode ser exposto a temperaturas extremas (quente ou fria) sem prejudicar a saúde.


Grande parte das companhias aéreas só aceita animais na cabine com os passageiros se estiver com até 10 kg. Se o pet for transportado como bagagem, precisa pesar até 75 kg. Além disso, muitas empresas também possuem restrição de raça, já que algumas, principalmente braquicefálicas (focinho curto), correm risco de terem problemas respiratórios durante o voo.


Lembrando que as regras podem alterar conforme o tempo, então sempre confira todas as informações quando for viajar para que nada esteja desatualizado ou faltando.



Essas dicas foram úteis pra você? Conte com a gente para planejar qualquer viagem. Entre em contato pelo whatsapp!