o famoso baile de máscaras de Veneza


Máscara de baile.

Todo mundo já deve ter ido a uma festa de carnaval, comprado uma máscara para brincar e aproveitar a festa de rua, blocos e micaretas;


Para marcas e empresas famosas, virou tradição realizar bailes todo ano durante esse período festivo e celebrar com celebridades e pessoas da alta sociedade, tamanha é a proporção que este evento alcançou.


Mas você sabia que a origem do carnaval e dos bailes de máscara não é brasileira? Sua identidade é italiana e a celebração com máscaras ficou famosa a partir das festas de rua de Veneza.


Continue lendo este post e saiba mais a respeito.

a origem


A origem das máscaras venezianas de carnaval, como são conhecidas hoje, datam da época da Idade Média e os primeiros indícios de seu uso, assim como a criação do famoso carnaval, remontam ao ano de 1162, na Itália.


No entanto, o baile de máscaras como conhecemos teve seu início muito tempo depois, aproximadamente durante a metade do século XVII. Sua origem foi inspirada no teatro cômico, Comedia Dell’Art, em que famosos personagens como Pierrot, Colombina e Arlequim faziam parte.


Desde o princípio o Carnaval era considerado uma festa democrática e no Carnaval de Veneza, nobres se misturavam com plebeus. Para que se misturassem adequadamente e sem problemas, surgiu a ideia de usar máscaras.


Com as máscaras cobrindo seus rostos e, portanto, preservando sua identidade, todos que participavam da comemoração carnavalesca podiam fazer isso com maior liberdade, de maneira leve e sem receios de serem expostos.


O sucesso e fama do baile fizeram com que a tradição durasse até o ano de 1797; sua interrupção ocorreu após Napoleão Bonaparte tomar Veneza e proibir a festança como ela era, na rua e para todos.


A partir desse momento os bailes de máscara só eram autorizados em festas particulares, dadas dentro de casa ou nas ilhas de Murano, Burano e Torcello. As celebrações dentro de casa eram realizadas apenas pelos nobres e aristocratas, segregando assim uma celebração até então popular.


Apenas em 1979 foi retomada a tradição do carnaval e suas máscaras nas ruas de Veneza.


Cidade de Veneza

o baile de máscaras nos dias de hoje

Assim como no Brasil, o carnaval na Itália é bastante popular até mesmo nas cidades pequenas, no interior do país. No entanto, Veneza continua tendo a melhor e mais disputada comemoração do território italiano.


Conforme o calendário cristão, a festa acontece antes da quaresma e é regada por muita música, comidas variadas, concurso de beleza e bailes de máscara; os moradores e visitantes da região, durante a folia, saem às ruas vestidos com as clássicas máscaras venezianas e roupas da alta realeza da época antiga em que os bailes ocorriam.


E os desfiles? Bem, eles acontecem de um jeito um tanto diferente; ao invés de avenidas e carros alegóricos, são realizados nas gôndolas que navegam pelos canais da cidade.


É comum ver pessoas se amontoando e subindo nos lugares mais inusitados para conseguir assistir. Durante esse período é quase inviável passear nas famosas gôndolas.


Passear pela Itália e conhecer de perto essas tradições parece um sonho, não é mesmo? Embarcando em nosso grupo que irá curtir um belíssimo roteiro por este vasto território cultural, você pode realizar.


Viaje com a gente e viva dias inesquecíveis.


Baile de máscaras de Veneza