glamping - um jeito diferente de acampar

Atualizado: Fev 26


Quando a gente ouve a palavra “acampamento”, a primeira coisa que pensamos é em barracas no meio da mata, sacos de dormir no chão e fogueiras tradicionais. Mas você sabia que existe um jeito de acampar diferente de tudo isso que a gente já conhece?


Pouco conhecido, o chamado glamping é a junção das palavras glamour + camping, que nada mais é do que um acampamento de luxo. É uma modalidade que casa perfeitamente a natureza e conforto, com um toque de sofisticação.


É claro que o conceito de armar barracas já existe há milhares de anos e caminha junto com o desenvolvimento da humanidade. Mas vamos ver um pouco da história e como surgiu esse tal glamping.



História



Encontrada pelos arqueólogos, as primeiras evidências de moradias tipi, tendas comuns dos povos indígenas do Norte da América, são datadas de 10.000 a.C. Elas eram próprias para facilitar a desmontagem, muito compatíveis com um estilo de vida nômade.







Outro tipo de tenda bem favorável à locomoção é o chamado yurt, uma tenda circular de feltro ou peles em uma estrutura dobrável desenvolvida e usada no século VI por nômades da Mongólia, Sibéria e Turquia.





O que poderíamos chamar de primeiro acampamento de luxo, foi montado pelo conde John Stewart para o rei Jaime V e sua mãe, nas Terras Altas da Escócia. Durante uma temporada de caça, o conde quis preencher o interior das tendas com móveis ricos próprios do palácio, tudo para impressionar sua majestade.


Provavelmente, o exemplo mais extravagante na história foi o Campo do Pano de Ouro na França. De 7 a 24 de junho de 1520, ocorreu um evento para criar uma amizade entre os reis da Inglaterra e da França. Para ter uma noção, cerca de 2.800 tendas foram montadas, cheias de adornos e panos bordados em ouro.


Os turcos otomanos também não ficam de fora dessa. Eram conhecidos por montar barracas luxuosas para vários tipos de eventos. Pareciam verdadeiros palácios e até transportáveis. Inclusive, enquanto o sultão estivesse em uma, uma segunda já ficava pronta no próximo destino. É muita praticidade, não?


Avançando um pouco mais na história, no início do século XX, o acampamento de luxo continuou a se desenvolver quando os safáris africanos se tornaram uma tendência popular entre os ricos. Mas ainda assim, eles não estavam dispostos a sacrificar o conforto de suas casas. As tendas eram muito bem equipadas e incluíam tudo, desde geradores elétricos a banheiras dobráveis e caixas de champanhe.




Tempos atuais


A partir de 2007, o termo começou a ser muito pesquisado na internet e em 2016, “glamping” foi oficialmente adicionado ao dicionário. Hoje em dia, toda a inovação e tecnologia permitem que seja possível uma mudança de ambiente sem largar mão do conforto, atraindo qualquer um que queira vivenciar uma experiência única.


Além disso, com a pandemia do Covid-19, esse estilo de viagem ganhou muito mais força. Como muitos países fecharam fronteiras e várias pessoas ficaram receosas de ir a lugares movimentados, uma atividade mais reservada virou uma boa alternativa.


O glamping tem acomodações espalhadas pelo mundo todo e paisagens infinitas para explorar. São muitas opções para se hospedar ou alugar. Aqui estão alguns exemplos:


Colômbia: Yuva Glamping
Estados Unidos: Colorado Horse Ranch

África do Sul: Ndaka Safari Lodge
Colômbia: Yuva Glamping

França: Camping La Serre
Holanda: Camp Silver Island HideAway

Marrocos: Desert Luxury Camp
Brasil: Cachoeira dos Borges, RS

Agora que você conheceu a história, sabe de onde veio e como é um glamping, se jogue no desafio de decidir onde vai ser sua próxima viagem em grupo. Fale com a gente pelo whatsapp!

Logo-1.png

(11) 3255-2111  |  (11) 98691-0265

atendimento@memorial.tur.br

MEMORIAL TURISMO LTDA Rua Desembargador Eliseu Guilherme, 200 - 9º Andar - Paraíso, São Paulo
CNPJ 00.424.533/0001- 09 - Todos os direitos reservados © 2020 - Conheça nossa política de privacidade.