como emitir o Certificado Internacional de Vacinação

Atualizado: 29 de nov. de 2021

Com a campanha de vacinação contra a Covid-19, muitas pessoas começaram a se perguntar sobre um dos documentos necessários para viajar: o certificado internacional de vacinação.


De acordo com o governo, “o Certificado Internacional de Vacinação é o documento que comprova a vacinação contra doenças. Ele é necessário porque alguns países exigem o documento para a entrada em seu território”. https://www.gov.br/pt-br/servicos/obter-o-certificado-internacional-de-vacinacao-e-profilaxia


Se você vai viajar para o exterior, é possível verificar a lista rápida de países que exigem o certificado aqui.


O certificado é emitido gratuitamente e não tem prazo de validade - você só precisa tirá-lo uma vez na vida.


Mas a questão é: o Certificado Internacional de Vacinação é válido para a Covid-19?


Não. O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é emitido principalmente para a vacina contra a febre amarela.


Além da febre amarela, o certificado pode ser emitido para outras vacinas, como meningite e poliomielite, diz a Anvisa.


Então, agora é necessário obter o Certificado Nacional de Vacinação COVID-19.


Apesar de não existir uma normativa internacional publicada, alguns países estão aceitando o Certificado Nacional de Vacinação contra a COVID-19 como comprovante de vacinação.


O Ministério da Saúde disponibiliza, por meio do Conecte SUS Cidadão, a possibilidade de o cidadão visualizar, salvar e imprimir o seu certificado.


Uma coisa interessante agora é que antes só era possível obter o documento, de forma presencial, marcando a data e horário da visita em unidades credenciadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, desde janeiro de 2019, isso mudou!


Agora, você pode emitir o certificado pela internet, deixando tudo mais prático.


Para ter acesso a esse serviço, basta se cadastrar no Portal de Serviços do Governo Federal, com o CPF e o e-mail.


No formulário, você precisará enviar o seu RG e o comprovante nacional de vacinação digitalizado. A equipe da Anvisa analisa e aprova os documentos em até 5 dias úteis e depois é só imprimir o cartão.


Para emitir o Certificado Nacional de Vacinação, você também pode acessar o aplicativo do Conecte SUS.


Uma vez instalado no celular e feito o login por meio do cadastro na plataforma Gov.br, o usuário deve clicar na opção Vacinas, que estará na página inicial. Deve-se então selecionar a vacina contra covid-19 e selecionar a opção Certificado de Vacinação.


O aplicativo dá também a opção de baixar uma versão em PDF do comprovante.


Atenção. Não são todos que podem emitir o documento online. Estrangeiros que não possuem CPF, analfabetos e pessoas de população indígena ou que estejam em áreas com dificuldades de acesso ao processo digital não podem imprimir o CIVP online. Nesses casos, o atendimento presencial será mantido.


Lembre-se de sempre conferir as informações com antecedência nos sites oficiais quando estiver planejando sua viagem.


Qualquer dúvida, fale com a gente!