5 coisas para não fazer em Istambul


Istambul está entre os cinco destinos mais procurados pelos turistas e tal fato não se dá à toa. Conhecida no passado como Constantinopla, já foi capital do Império Romano do Oriente, do Império Otomano e do Império Bizantino.

Sua história antecede a Cristo e, atualmente, é a maior cidade da Turquia, uma das maiores da Europa e é considerada patrimônio histórico da humanidade desde 1985.

Dividindo-se entre Europa e Ásia, do Mar Negro ao Mediterrâneo, Istambul é a combinação perfeita entre cidade antiga e moderna.

Com tantas qualidades e características admiráveis, ninguém gostaria de ter sua experiência de viagem prejudicada por pequenos detalhes que podem ser evitados, não é mesmo?

Por isso, separamos algumas dicas sobre coisas que você não deve fazer em Istambul!


1. não entre em Mesquitas e templos turcos com qualquer vestimenta


A população na Turquia é composta por 98% de muçulmanos e apenas 2% de cristãos e judeus; é o único país islâmico que é considerado laico, respeitando as manifestações das mais diversas fés e, por isso, é esperado que seu povo e seus costumes também sejam respeitados.

Para os muçulmanos, andar com o corpo descoberto pode ser considerado uma ofensa e falta de respeito. Por isso, ao visitar alguma mesquita ou templo religioso é conveniente estar usando roupas que cubram o colo, os braços e as pernas.

É recomendado também que mulheres cubram a cabeça com véu ou lenço. Outro costume importante é a retirada dos sapatos ao entrar nos templos e também na casa de um morador local, caso seja convidado.



2. evite andar com seus pertences à mostra


Embora Istambul seja uma cidade com câmeras de segurança espalhadas por todos os lados, tenha uma segurança pública eficiente e leis que zelem pelo nosso bem-estar, sua população ultrapassa a marca de 15 milhões de pessoas.

Como em qualquer cidade grande e populosa, é sempre bom tomar cuidado com os próprios pertences, inclusive seu passaporte, e prestar atenção à sua volta. Se você faz isso no seu país e na sua cidade, que você conhece, por que não fazer em outros lugares, certo?

Não há nenhum motivo para ter medo, é apenas uma precaução. Como diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar.


3. não deixe de barganhar com vendedores locais


Sempre que viajamos é difícil resistir ao desejo de comprar itens do local para guardar de recordação ou para presentear alguém querido quando voltarmos.

Quando o preço da mercadoria for passado a você, não deixe de barganhar. Além de ser costume do povo da Istambul, é possível que te deem um preço mais alto ao notarem que é turista.

Barganhe para conseguir um preço melhor. Não se preocupe, não é uma ofensa.


4. não demonstre afeto publicamente


Como dito anteriormente, sua população é predominantemente muçulmana e, para os muçulmanos, demonstrações públicas de afeto como beijo, abraço e até mãos dadas podem ser consideradas um desrespeito.


5. evite discutir política


Você já ouviu falar que política e religião são discussões que não devem acontecer? Isso se aplica bastante a Istambul.

Na Turquia impera o respeito pelo governo, pela bandeira, pelos militares e pelo fundador de sua República; fazer críticas a essas representações é considerado ilegal e pode gerar situações constrangedoras.

Gostou das dicas?

Saiba mais sobre nossos roteiros para Istambul e viaje com a gente.